De fato, as falhas nas bateria são as principais causas de perda de carga, e noções básicas sobre como e gerir e dar a correta manutenção nas baterias dos no-breaks não só pode estender a vida útil do equipamento, como também evitar interrupções dispendiosas nos sistemas.

Todas as baterias têm uma vida útil limitada, independentemente de como ou onde os no-breaks foram instalados. Mas se você acha que determinar exatamente a duração da bateria pode ser difícil, acompanhe o post de hoje e conheça os quatro principais fatores que afetam a vida útil total de uma bateria de no-break:

 

Temperatura ambiente

Geralmente, a capacidade nominal de uma bateria baseia-se em uma temperatura ambiente de 25 °C. Assim, qualquer alteração de temperatura pode afetar o desempenho e reduzir a vida útil da bateria. Para cada temperatura média anual de 8,3 °C acima dos 25 °C, a vida da bateria é reduzido em cerca de por 50%.

 

Química

As baterias de no-breaks são dispositivos eletro-químicos, cuja capacidade de armazenar e fornecer potência diminui lentamente ao longo do tempo. Então, mesmo que todas as diretrizes de armazenamento, manutenção e uso sejam seguidas, ainda será exigida a substituição das baterias após um certo período de tempo.

 

Ciclos

Depois que um no-break opera para suprir uma falha de energia, a bateria é recarregada para uso futuro, o que é chamado de ciclo de descarga. Na instalação, a bateria está a 100% da sua capacidade nominal, mas cada descarga e recarga posterior reduz ligeiramente a capacidade relativa da bateria. Uma vez que a química esteja esgotada, as células começam a falhar e a bateria deve ser substituída.

Quando a bateria chega a 80% de sua capacidade nominal, o desgaste dos componentes químicos é acelerado, trazendo riscos em sua operação. Então, essa é a hora certa para substituí-la — o tempo médio para que isso ocorra é de 3 a 5 anos.

 

Manutenção

Nos sistemas de uso corporativo ou industrial de grande capacidade, o controle e manutenção das baterias são fundamentais para a confiabilidade dos no-breaks. A manutenção preventiva periódica não só prolonga a vida útil da bateria, impedindo conexões soltas e removendo corrosões, como pode ajudar a identificar irregularidades nas baterias antes de falharem de vez.

Mesmo que as baterias seladas sejam conhecidas como livres de manutenção, elas ainda necessitam de cuidados regulares. “Livre de manutenção” significa apenas que elas não exigem a substituição do fluido.

 

Sistemas ABM

A maioria dos sistemas de no-break utilizam um sistema de carga lenta constante, que mantém a bateria todo o tempo em sua capacidade máxima, mas esse processo pode degradar mais rapidamente a composição química da bateria e reduzir sua vida útil.

Os sistemas mais sofisticados usam uma tecnologia chamada ABM (advanced battery management), que prometem dobrar a vida útil das baterias por usarem circuitos de detecção inteligentes e uma técnica de carregamento de três fases. Esse sistema promete também realizar a recarga das baterias no mesmo tempo que os sistemas normais.

Powered by Web Agency
Copyright © Nobreaks Goiás. Todos os Direitos Reservados. Grupo INFORMÉDICA