A eletricidade é a principal fonte de despesas globais derivadas de processos produtivos. De acordo com a Confederação Nacional das Indústrias (CNI), a energia elétrica chega a representar de 15 a 40% do custo total da produção. Além disso, o Balanço Energético Nacional (BEN) aponta que as indústrias consomem 34,4% da energia do país. A boa notícia é que é possível economizar energia nas indústrias — e, assim, cortar despesas — com atitudes simples.

 

Investir na automatização

A automatização das máquinas permite que sistemas operem sozinhos em boa parte das etapas produtivas, melhorando seus processos e, assim, economizando energia elétrica. Além disso, o sistema é programado para funcionar em modo econômico quando as máquinas estão desativadas.

 

Utilizar lâmpadas mais eficientes

Pode até parecer uma mudança pequena, mas imagine a economia que seria possível se todas as lâmpadas da indústria fossem substituídas por modelos mais eficazes. Após uma rápida avaliação da iluminação é possível determinar quais lâmpadas serão mais eficientes, as famosas lâmpadas LED ou com vapor de sódio, por exemplo, iluminam mais do que as de mercúrio ou mistas e gastam menos energia.

 

Otimize a iluminação natural

Além de substituir as lâmpadas, outra maneira muito eficiente de reduzir os gastos com energia é valorizar a iluminação natural. Algumas maneiras de fazer isso são ampliar as janelas, para aumentar a entrada da luz do sol, e usar telhas translúcidas, feitas de materiais como pet reciclado, acrílico, vidro ou policarbonato.

Além disso, outra estratégia é pintar as paredes em cores claras, que refletem a luz natural e iluminam ainda mais o ambiente sem precisar de lâmpadas.

 

Reaproveitamento de energia

Muitas vezes não nos atentamos o quanto de energia não reaproveitamos e acredite, existem diversas oportunidades, por exemplo, saída de ventilação forçada de motores, pode ser utilizada para ajudar a aquecer uma área próxima onde se necessita temperaturas superior à ambiente, outro bom exemplo é utilizar condensado de vapor já utilizado no processo para o aquecimento da água de entrada da caldeira, é uma economia significativa, pois, você terá uma água já tratada e aquecida, reduzindo assim o consumo de combustível da sua caldeira e também energia elétrica.

 

Analise a demanda e o consumo de eletricidade

Se a indústria consumir menos energia elétrica do que foi solicitado, o preço não vai abaixar. Por outro lado, se consumir mais, será cobrada uma multa por exceder o consumo. Por isso, verifique se a demanda energética solicitada está de acordo com o que a empresa consome e se é necessário aumentar ou reduzir a demanda.

 

Regule o nível de tensão

A regra da tensão é a mesma para a demanda e consumo de energia. Por isso, verifique qual é a tensão necessária e adeque o que for preciso, para reduzir ao máximo as tarifas. Investir em um transformador também é aconselhável, pois o aparelho regula a tensão e economiza energia.

 

Faça uma avaliação energética periodicamente

Para que as dicas anteriores sejam ainda mais eficazes, vale a pena fazer avaliações energéticas periodicamente. Trata-se de uma análise de todas as informações do consumo de eletricidade da empresa para determinar a quantidade de energia gasta, propor alternativas de melhorias e classificar o nível de consumidor.

É muito comum que as indústrias sejam classificadas de forma errada e, por isso, paguem mais pela conta de energia. A avaliação faz toda a checagem e corrige os erros de classificação, propiciando mais economia.

 

Escolha a fornecedora

Diferentemente do que ocorre com as residências, as corporações podem contratar qualquer fornecedora do país. Assim, a indústria pode aplicar a lei da concorrência entre essas empresas e comparar orçamentos para conseguir os melhores preços e serviços.

 

Produza sua própria energia

Uma maneira adotada por muitas empresas para economizar energia elétrica é investir em novas formas de produção, como a partir da biomassa, feita do bagaço da cana-de-açúcar. Outra opção é a utilização de sistemas fotovoltaicos, equipamentos que convertem os raios solares em energia elétrica utilizando painéis e outros componentes. Eles podem ser usados como fonte de energia complementar, para baratear as despesas com a eletricidade.

Powered by Web Agency
Copyright © Nobreaks Goiás. Todos os Direitos Reservados. Grupo INFORMÉDICA